Sua consulta agendada não é urgente? Adie e mantenha-se em segurança

Em função do agravamento da pandemia do coronavírus, seguindo a orientação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), publicada em 17 de março de 2020, e do Conselho Federal de Medicina (CFM), bem como das autoridades públicas, a operadora PASA tomou a decisão de adiar, nacionalmente, as novas autorizações para os procedimentos e exames eletivos em ambiente hospitalar que não se enquadrem em casos de urgência e emergência.

Esta decisão também preserva os leitos hospitalares para os pacientes acometidos pelo vírus COVID-19 e será mantida enquanto perdurar o Estado de Emergência de Saúde Pública.

Os procedimentos já autorizados pelo plano não serão cancelados. Nestes casos, o PASA recomenda que os usuários avaliem com seus médicos a possibilidade de adiamento desses procedimentos, considerando o cenário atual, no qual as unidades de saúde expõem pacientes saudáveis ao risco de contaminação.

Caso você tenha algum tipo de sintomatologia do COVID-19, como febre, tosse, gripe ou dificuldade respiratória, é prudente que você cancele ou adie o seu atendimento e só volte a entrar em contato com o consultório, laboratório ou clínica para realizar a remarcação quando estiver sem sintomas. Esta medida é para sua própria segurança, bem como dos demais pacientes e dos profissionais que realizam o atendimento médico.

Lembre-se de entrar em contato com o Doutor PASA se tiver dúvidas sobre o coronavírus e, no caso de você relatar sintomas, o profissional de saúde poderá te encaminhar para os hospitais de referência para atendimento aos casos suspeitos de COVID-19. O serviço está disponível 24 horas e sete dias por semana através do telefone 08000 260 911, ou via chat online no aplicativo Saúde PASA.

>> Imunidade baixa é alvo do COVID-19; aumente o sistema de defesa do seu organismo

Se o seu atendimento for inadiável, não leve acompanhantes com você se não for necessário. Assim, o fluxo de pessoas nas ruas e nos estabelecimentos será reduzido.

Esteja atento às medidas de prevenção ao COVID-19 ao sair de casa e, principalmente, quando estiver na sala de espera, que é um local fechado e que costuma ter aglomeração. Use álcool em gel, lave bem as mãos com frequência, não toque nas pessoas ao cumprimentá-las e procure estar a pelo menos um metro das pessoas. Tenha por perto lenços de papel para cobrir o rosto nos casos de tossir ou espirrar.

Esse ato de responsabilidade é fundamental para o combate à propagação do COVID-19.

 

 

Mais Notícias